O que Causa Queda de Cabelos

Escrito por admin

O couro cabeludo humano abriga mais de 100.000 folículos, que produzem mais de 100 fios de cabelo todos os dias. À medida que envelhecemos, estes folículos começam a encolher lentamente e eventualmente deixam de produzir cabelo. Embora isso normalmente não signifique o fim de suas mechas, significa que você começará a sentir a perda de cabelo. Há muitos fatores que podem contribuir para a queda do cabelo, incluindo genética, estresse, hormônios, medicamentos ou uma combinação destes. Qualquer um destes fatores pode torná-lo mais suscetível à queda de cabelo, dificultando a sua parada. Mas, não entre em pânico. Há coisas que você pode fazer para deter ou retardar a queda do cabelo, bem como tratamentos que podem ajudar a recrescer novamente suas mechas. Eis porque você pode começar a perder seu cabelo, e como pará-lo.

O que fazer quando o cabelo está caindo?

Muitas vezes a solução é simples. Com pequenas atitudes diárias a queda de cabelo pode ser amenizada ou sanada. Confira a seguir, alguns cuidados que você pode tomar para ajudar a parar a queda de cabelo urgente.

1. Lave os cabelos frequentemente 

Você sabia que o acúmulo de sebo no couro cabeludo influencia diretamente na saúde dele, favorecendo a queda ?

Se você possui o couro cabeludo mais oleoso que o normal e quer parar a queda de cabelo urgente, deve lavar todos os dias. Se tem cabelos normais ou secos, lave em dias alternados. Não esquecendo de utilizar produtos correspondentes para o seu tipo de cabelo. 

Se você tem dermatite seborreica ( cabelos oleosos, caspa e coceira ) precisa usar produtos específicos para a condição.

Mesmo pessoas com cabelos normais ou secos, quando não lavam frequentemente, acentuam a queda. Esse problema costuma ser mais grave para as mulheres, pois normalmente lavam com menos frequência a cabeça, por ser bem mais trabalhoso do que para os homens.

2. Evite água muito quente ao lavar os cabelos

O couro cabeludo precisa de uma oleosidade balanceada. Água muito quente remove excessivamente a oleosidade natural do couro cabeludo e dos fios, algo que também não é bom. 

Além disso, a água muito quente pode trazer outros problemas como seborréia, irritações, pontas duplas e ressecamento da haste. Quanto mais você remove a oleosidade natural, mais o organismo vai querer repor essa gordura rapidamente.

Outro fator é que a água quente sensibiliza os fios, dilata a cutícula, deixando-os ásperos, ressecados e causando o embaraçamento maior que o normal. 

Se você quer parar a queda de cabelo urgente, precisa começar a lavar os fios com água morna, com temperatura média até 37° C e, se possível,  finalizar com água fria. Isso vai alinhar as cutículas que foram dilatadas.

Uma outra dica é observar o espelho do banheiro. Se durante o banho ele fica muito nublado, a água está mais quente do que deveria.

3. Shampoo, condicionador e tônico

Escolha uma linha de shampoo e condicionador para queda de cabelos que mais se adeque ao seu tipo de cabelo.

Os shampoo específicos, além de lavarem os fios, melhoram a circulação sanguínea no couro cabeludo, promovem o crescimento e evitam a queda de mais cabelos. 

Os condicionadores repõe parte da oleosidade da haste, removida durante a lavagem. Não devem ser aplicadas no couro cabeludo, apenas nas pontas.

Considere ainda o uso de tônicos para queda de cabelo. Essas soluções de aplicação tópica, contém maior concentração de medicamentos que os shampoos e ficam mais tempo no couro cabeludo, aumentando sua disponibilidade para as células da raiz produtora dos fios. 

Ainda com relação aos tônicos,  existem muitos produtos para melhorar não só a questão da queda, como também a redensificação, o ganho de proteína, a espessura e o crescimento do fio.

Escolha produtos com comprovação de eficiência aprovados pela Anvisa.

4. Evite altas temperaturas nos fios

O secador deve ser usado a 10-15 cm de distância. Evite encostar o secador nos fios de cabelo. Isso danifica e resseca a haste ( fio propriamente dito).

Aquecer demais o couro cabeludo, a raiz dos cabelos, prejudica os folículos capilares, aumenta a oleosidade, causando queda e outros problemas no couro cabeludo. O horizonte perfeito é deixar os cabelos secarem naturalmente, evitando comprometer a saúde das madeixas.

Cuide também da temperatura do secador. Cabelos finos e frágeis devem ser secos com temperatura moderada. Ao terminar, passe um jato de ar frio logo em seguida para soltar os fios e selar as cutículas.

5. Cuide bem da alimentação

A má alimentação é uma das principais causas da queda de cabelo. Dietas malucas e restritivas podem trazer sérios problemas de saúde também, pois quando você não se alimenta de todos os nutrientes que precisa, seu corpo reage. 

Uma das principais causas de queda ou perda da qualidade dos cabelos é a falta de vitaminas, proteínas e sais minerais. Pense nos cabelos como uma planta que está sempre crescendo. Se faltar nutrientes, a planta cresce fraca, sem vitalidade. O cabelo é igual! Se as células da raiz não receberem oxigênio, energia, aminoácidos, algumas vitaminas e alguns minerais, o cabelo cresce fraco, sem brilho e eventualmente cai.

Por exemplo, o ferro faz parte da formação dos glóbulos vermelhos que levam oxigênio aos folículos capilares, deixando o cabelo mais firme e com brilho. O zinco faz com que os aminoácidos se agrupem firmemente, deixando o fio mais forte. Os aminoácidos encontrados nas proteínas são os “tijolos” usados pelas células na construção do cabelo. 

Ou seja, se ficar faltando um ou mais ingredientes do “bolo”, o resultado não será bom. Por isso, observe seus hábitos alimentares caso queira parar a queda de cabelo. 

6. Evite o excesso de produtos

Os tratamentos químicos e o uso de chapinha podem lesar a haste dos cabelos. E depois não há o que fazer. Tem que cortar e esperar crescer de novo! Escute as orientações de seu cabeleireiro. E, claro, procure um profissional experiente. 

Utilizar muitos produtos no cabelo pode fazer um mal danado. Se você não está contente e quer mudar o visual radicalmente, pondere bem no tratamento que quer fazer.  Peça opinião ao profissional que cuida do seu cabelo. Se for fazer relaxamento com coloração, por exemplo, opte por tinta sem amônia, que agride menos os fios.

Tudo o que é em excesso faz mal. Até utilizar máscaras para o cabelo todos os dias deixa os fios com aspecto pesado. 

Se você quer parar a queda de cabelo urgente, fique atento à quantidade de vezes que você hidrata o cabelo, o ideal é utilizar máscaras apenas uma ou duas vezes na semana. 

7. Trate a caspa

A caspa está muito relacionada à queda de cabelo. Trata-se de um distúrbio inflamatório que ocorre principalmente em quem tem couro cabeludo oleoso. Se você quer parar a queda de cabelo urgente, precisar tratar a caspa o quanto antes.

Para acabar com a caspa, o primeiro passo é lavar os cabelos todos os dias para que a oleosidade não se acumule. Se ainda assim não resolver, procure um shampoo anticaspa. 

Os mais indicados são à base de piritionato de zinco, com ação antimicrobiana que eliminam bactérias e fungos. Combine com produtos naturais contendo camomila. 

Se mesmo assim você sentir que a caspa não melhorou, procure um dermatologista e faça uma consulta para indicar o melhor tipo de tratamento para o seu caso.

8. Evite o estresse

Não é só da saúde capilar que você deve cuidar, mas da saúde da sua mente também. O estresse é um dos importantes causadores da queda de cabelo. Quanto mais prolongado o período de tensão, pior. 

A queda por estresse se chama eflúvio telógeno. Nessa forma de queda de cabelos os fios podem cair com a raiz. 

Tenha uma rotina mais tranquila e procure um profissional que te indique o tratamento adequado para parar a queda de cabelo urgente. 

9. Não tracione os cabelos

Se você tem os cabelos mais longos, evite deixá-los preso todos os dias e o dia inteiro. Isso favorece a alopecia por tração, um dos tipos mais raros de queda de cabelo

Quem tem o cabelo mais comprido, principalmente as mulheres, não deve ter o hábito de prender o cabelo muito forte, pois isso cria uma tensão entre a raiz e os fios resultando na queda da fibra capilar, no enfraquecimento e no desprendimento dos fios do couro cabeludo. Portanto, tenha cuidado ao prender o cabelo.

Dormir com os cabelos úmidos, com tranças ou coques causam problemas no couro e levam à queda dos fios. Processos químicos e ferramentas de calor potencializam o problema, pois deixam a fibra capilar debilitada e sem força. 

Se você quer parar a queda de cabelo urgente, tenha uma rotina de tratamentos como hidratação, nutrição e reconstrução.

10. Evite Produtos com óleos 

Cabelos brilhantes são bonitos,  mas o excesso de gordura pode deixá-los com uma aparência de sujo e nada bonito. O aspecto engordurado do couro cabeludo é muito desagradável. 

Quem tem cabelo oleoso deve evitar produtos que contenham qualquer tipo de óleo. Alguns desses óleos são bons produtos, mas exclusivamente para a haste de cabelos secos. Produtos com silicone e resíduos também não são recomendados. 

Para quem tem fios oleosos, o ideal é usar produtos para cabelos oleosos, lavar com mais frequência e, se usar condicionador, aplicar somente nas pontas.

Você vai gostar também:

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe um comentário


*


*


1 Comentário

  • Olá, isso é um comentário.
    Para começar a moderar, editar e excluir comentários, visite a tela de Comentários no painel.
    Avatares de comentaristas vêm a partir do Gravatar.

  • JUNTE-SE Á NOSSA LISTA DE SUBSCRITORES

    Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos e com prioridade